QUER COLOCAR O SEU NEGÓCIO NO DIGITAL? ENTRE EM CONTATO AGORA

Marketing digital para e-commerce: o que você precisa saber para ter sucesso

Com o avanço da tecnologia e a crescente popularização da internet, o consumo de produtos e serviços online aumentou consideravelmente. Isso significa que as empresas precisam estar presentes no ambiente digital para alcançar mais clientes, gerar vendas e se posicionar no mercado.

Nesse sentido, surgem muitas dúvidas na cabeça dos empreendedores que estão iniciando na área: por onde começar, como estruturar o meu negócio e me destacar da concorrência?

Antes do mkt vem a estruturação do negócio online

Se é seu desejo ter um e-commmerce, o primeiro passo, antes de começar a pensar em marketing, é estruturar o negócio. Como funciona? Você precisará pensar em responder questões como:

  • Seu e-commerce vai vender o que?
  • Você precisa ter um estoque?
  • Como funciona a emissão de notas fiscais para os consumidores?
  • Quem é seu público-alvo?
  • Qual nicho de mercado deseja atingir? (estude bem)
  • Você pode cobrir os custos desse negócio agora e nos próximos meses?

Sempre existe uma chance grande de qualquer negócio online vingar e vender bem, mas isso requer um planejamento minucioso para você e seus sócios não terem prejuízos.

Detalhamos alguns pontos para que estruture seu negócio com mais facilidade quando chegar o momento. Confira!

Marketing digital para e-commerce: como funciona?

Um e-commerce é uma loja virtual criada para expor produtos físicos ou digitais, estruturados em categorias. Para ser uma loja online, é necessário criar uma estratégia de divulgação, que é o marketing da sua empresa na internet.

Os principais objetivos de uma loja online é vender mais, alcançar novos clientes e assim obter maior lucro a cada mês. Já a definição de marketing digital, de maneira simples, é: utilizar de diversas formas para atrair mais clientes e movimentar negócios na internet. 

Nesse sentido, aplicando o conceito de marketing digital no e-commerce, é possível encontrar caminhos que facilitem a chegada do cliente até a sua loja virtual através de muito planejamento e dedicação.

O marketing digital também abre portas para o aumento de seguidores na internet, bem como criar um ambiente propício para as vendas do seu negócio, afinal de contas, o empreendedor estará interagindo diretamente com os usuários nas redes sociais.

Público-alvo

Imagem de homem apontando, o dedo parecendo alvo.

O público-alvo de um e-commerce é o grupo de pessoas que têm maior probabilidade de se interessar pelos produtos ou serviços oferecidos pelo negócio. É importante defini-lo para que as estratégias de marketing digital sejam direcionadas de forma eficaz.

Nesse sentido, é necessário considerar os seguintes fatores:

  • Demográficos: idade, sexo, localização, renda e escolaridade;
  • Comportamentais: hábitos de consumo, interesses, estilo de vida, etc;
  • Psicográficos: valores, crenças ou personalidade.

Quanto mais personalizado for a pesquisa do seu público-alvo, maiores serão as chances de alcançar o nicho de clientes certos para o seu negócio.

Nicho de atuação

Ao se concentrar em um nicho, o e-commerce se torna mais relevante para o mercado e atrai os clientes adequados ao seu perfil.

Existem vários nichos de atuação para e-commerce, tais como:

  • Por produto ou serviço: um e-commerce pode se concentrar em um determinado produto ou serviço, como roupas, eletrônicos, ou artigos esportivos.
  • Por categoria: um e-commerce pode se concentrar em um determinado público, como mulheres, homens, ou crianças.
  • Por estilo de vida: um e-commerce pode se concentrar em um determinado estilo de vida, como pessoas que praticam esportes, ou que são vegetarianas.

Um e-commerce nunca pode ser genérico, ou seja, vender inúmeros produtos sem pensar em um nicho específico.

Plataforma de e-commerce

Existem várias plataformas de criação de e-commerces no mercado. As principais diferenças entre elas são:

  • Preço / mensalidade a ser paga por mês;
  • Quantidade de produtos cadastrados no sistema (dependendo do plano escolhido, pode-se cadastrar mais ou menos);
  • Facilidade de uso das ferramentas;
  • Integração do e-commerce com as redes sociais da empresa, etc;

Para um iniciante, pode ser viável começar com um plano gratuito na plataforma de e-commerce e à medida que o negócio for se expandindo, contrata-se então novos recursos para melhorar a divulgação do negócio.

Precificação

A precificação dos produtos em um e-commerce pode ser diferente do que na loja física. Isso ocorre porque existem alguns fatores específicos que influenciam o preço dos produtos em um e-commerce, como:

  • Custos de operação: os custos de um e-commerce são geralmente menores do que os custos de operação de uma loja física. Isso ocorre porque o e-commerce não precisa de espaço físico para armazenar os produtos, nem de funcionários para atender os clientes presencialmente, pelo menos não inicialmente;
  • Alcance: o público-alvo de um e-commerce pode ser diferente do público-alvo de uma loja física, já que o e-commerce alcança um público mais amplo, incluindo pessoas que moram em áreas remotas ou que não têm tempo para ir até uma loja física;
  • A concorrência: já que no e-commerce pode ser mais intensa do que a concorrência na loja física, pois é mais fácil para novas empresas entrarem no mercado como e-commerces.

Divulgação dos produtos

É preciso utilizar todos os meios disponíveis para divulgar o seu e-commerce na internet, afinal, é onde os clientes estão!

Porém, não se pode bombardear os consumidores com propagandas o tempo todo, é preciso criar estratégias de divulgação para quem não conhece seus produtos, bem como para aqueles que já ouviram falar ou interagiram com a sua marca, e por fim, para quem já está pronto para adquiri-los.

  • Pode-se usar as redes sociais para divulgação, como Instagram, Facebook, WhatsApp;
  • Padronizar a apresentação dos produtos para melhorar a visualização na plataforma, pensando na experiência do usuário;
  • Criar blogs ou sites para ajudar a reforçar a marca, gerando conteúdo de valor e relevante para o seu público;
  • Criar vídeos curtos mostrando um pouco da rotina de compras da empresa;
  • Oferecer cupons de desconto e ofertas especiais;
  • Manter uma frequência de produção de conteúdo para fidelizar os clientes;
  • Utilizar sempre boas fotos dos produtos ou serviços oferecidos na internet;

Suporte

Um e-commerce precisa oferecer suporte ao empreendedor caso ele tenha dúvidas, com um chat ou interação direta com os criadores da plataforma para resolver questões de configuração e outras funcionalidades da ferramenta.

Além disso, quem possui um e-commerce também precisa oferecer um pós-venda estruturado e funcional ao seu cliente, dando-lhe suporte para a troca de produtos, bem como resolver questões burocráticas que envolvam a satisfação dos consumidores.

Um e-commerce de sucesso, não nasce da noite para o dia. É preciso muito esforço, conhecimento e dedicação ao seu negócio para que ele cresça todos os dias. Em nosso blog você encontra todas as novidades do universo do e-commerce, continue acompanhando!

Deixe um comentário

Contato

Entre em contato com a gente